ARTIGOS

O PORTAL DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESA.

Gestão compartilhada de TI e a sua importância para o Novo Normal

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Servidor lento, computadores que não funcionam, internet instável e softwares inadequados são alguns de muitos problemas percebidos e que comprometem o desempenho das equipes e o caixa das empresas.

Repare nestes casos como a tecnologia é importante não apenas no apoio operacional, mas principalmente para o negócio das empresas.  Redução de custo, otimizar o tempo, aumentar a produtividade e principalmente retorno financeiro são os pilares de uma boa gestão. E um novo modelo vem sendo aplicado em TI, atendendo muito bem a esses princípios. Chama-se Gestão Compartilhada de TI (GCT).

Em 2019, um estudo do Gartner apontou a Gestão Compartilhada de TI como uma das principais tendências de impacto na infraestrutura e operações em 2020. Está ainda mais evidente para 2021, devido ao cenário de pandemia.

Outro estudo apresentado ano passado pelo IDC, o “FutureScape – Previsões para 2021 e implicações na America Latina”, sinaliza um crescimento do mercado de TI em 7,7% para esse ano. Dentre as previsões, destaca que cerca de 75% das grandes empresas na América Latina vão dobrar a velocidade da sua mudança para uma infraestrutura de aplicativos centrada em nuvem, em comparação com o que tinham antes da pandemia, e, em média, 35% desses gastos de infraestrutura serão relacionados à nuvem. E 70% das empresas na região irão rever seus relacionamentos com fornecedores de TI. Os contratos de TI, que não são poucos, entre eles links de Internet, conexão de filiais, licenciamento de software, nuvem, necessitarão de uma gestão de contratos muito especializada.

Confira algumas vantagens da GCT

Redução de custos

Não é preciso ter uma equipe própria de TI: os custos com encargos trabalhistas e capacitação são reduzidos.

Aumento da produtividade

A equipe de GCT identifica de maneira rápida e assertiva o que compromete o desempenho do seu negócio, propondo novos processos e melhores práticas de gestão de TI. Isso garante uma estrutura de tecnologia capaz de potencializar a produtividade de todas as áreas da sua empresa.

Otimização de processos

A GCT é 100% preparada para atender a diferentes demandas. Isso contribui para que os processos sejam otimizados e finalizados de maneira ágil.

Assistência especializada

A empresa poderá dedicar muito mais tempo à sua atividade-fim, por contar com um sistema inovador e focado na realidade das PMEs e statups, com profissionais experientes.

Acesso a novas tecnologias

O modelo de GCT acompanha de perto as tendências e novidades do mercado. Assim contribui para que a empresa enfrente os desafios e se adapte às mudanças mais rapidamente.

Com o novo normal, muitos gestores precisaram tomar decisões rápidas e contingenciais, para adaptar o negócio aos novos protocolos de segurança sanitária e distanciamento social. Alguns exemplos foram as migrações forçadas para a nuvem e a virada de chave da noite para o dia, rumo ao modelo de trabalho home office. Tais decisões tomadas emergencialmente não tiveram muito tempo de análise, e muitas foram equivocadas. Desta forma, os reflexos da Covid-19 deixaram uma dívida técnica na área de TI para o ano de 2021, não apenas para as grandes organizações, como também, para as PMEs. E a Gestão Compartilhada de TI é um forte aliado no controle deste cenário.

 

Receba o PME NEWS

Ao enviar o seu email, você declara estar de acordo com a Política de privacidade e de Cookies publicada no site

PATROCINADOR

Artigos Relacionados

Ao clicar em “Aceitar cookies”, você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar o uso do site e nos ajudar na melhoria da qualidade dos nossos serviços Leia nossa política de privacidade