ARTIGOS

O PORTAL DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESA.

Grandes Empresas com postura de Startups

Sidney Cohen
Palestrante.
CEO da Bit Partner Consultoria Empresarial.
CEO do PME NEWS.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Em algum momento você precisou recorrer ao seu filho pequeno para te ajudar com assuntos relacionados à tecnologia? Tenho certeza que sim.

Esse efeito é contagiante e chegou às grandes empresas. E algumas já adotam postura de startups.

A Riachuelo é um ótimo exemplo. Ela aposta em ações de inovação e já conta com o apoio das startups nesse processo.

Uma delas é a cultura de inovação e tem como modelo o Riachuelo lab. Que é um hub de pesquisa e desenvolvimento de soluções inovadoras. Ela possui um amplo cadastro de startups e microempresas para atender todas as áreas da companhia.

Outra ação foi o lançamento do espaço RCHLO + (Riachuelo Mais). Uma área dedicada à personalização de peças. O cliente pode criar uma estampa e adicionar outros detalhes, como textos, fotos e pode imprimir na hora. No espaço, também acontecem Workshops e atividades com alguns artistas.

Para o período pós-pandemia, a empresa está com soluções mais direcionadas ao meio digital. Já habilitou as vendas por Whatsapp e implementou o Drive-thru em 156 lojas.

Outro exemplo bem interessante é o da grife de moda masculina Aramis. Aliás ela se transformou em Startup no ano passado. Além de inovadora em processos e coleção, também se destaca em ações sociais. Em meio a pandemia lançou a campanha #VestindoHerois,  com a iniciativa de doar mais de cinco mil peças de roupas brancas aos médicos e equipes que atuam na linha de frente ao combate à Covid-19 na cidade de São Paulo.

A agilidade, estratégia e parceria são conceitos praticados pelas startups e algumas empresas corporativas também estão seguindo essa linha de ação. Como é o caso da união recente entre a Microsoft e a FedEx para atender a forte demanda de soluções em nuvem e da cadeia de suprimentos dos clientes. A estratégia fortaleceu ambas, principalmente para enfrentarem a concorrência, dentre elas, nada menos que a Amazon e o seu braço tecnológico a AWS.

Com o “novo normal” ficou claro que as parcerias vieram para somar e até multiplicar. E as grandes empresas perceberam isso nas startups.

Receba o PME NEWS

Ao enviar o seu email, você declara estar de acordo com a Política de privacidade e de Cookies publicada no site

PATROCINADOR

Ao clicar em “Aceitar cookies”, você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar o uso do site e nos ajudar na melhoria da qualidade dos nossos serviços Leia nossa política de privacidade