Todas Edições

O PORTAL DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESA.

REALIZAÇÃO: Bit Partner | DIREÇÃO: Sidney Cohen

Inteligência Artificial, uma Nova Era

Enfim estamos vivenciando uma nova Era. Na transformação da ficção em realidade, a Inteligência Artificial (IA) é uma das responsáveis para esse processo. Hoje já é possível perceber essa mudança no mercado e o que é melhor, no nosso dia a dia. As empresas já usam robôs que trabalham de forma autônoma, ele só precisa ser ensinando uma vez para realizar a tarefa.

Para muitos, a preocupação do uso da Inteligência Artificial em substituir as pessoas é alta, mas são inquestionáveis as suas vantagens em várias áreas. Um bom exemplo é a área da saúde, além de minimizar o esforço de tarefas rotineiras e a agilidade das informações, com maior assertividade, contribuem para um melhor diagnóstico, proporcionando ao médico mais tempo para interagir com o paciente.

Quanto aos negócios, um estudo realizado pela empresa de consultoria A.T. Kearney aponta que a indústria global investiu mais de US$ 2,5 bilhões nesta área entre 2014 e 2017. Alguns fatores contribuíram para o desenvolvimento, dentre eles a grande demanda de alunos da área de tecnologia, que motivaram as universidades a criarem novos programas. As universidades brasileiras também estão percebendo esse movimento, conforme sinaliza em entrevista nesta edição, Karla Figueiredo, professora da Puc-Rio e da UERJ, em Inteligência Computacional Aplicada, que destaca os efeitos da Inteligência Artificial, também nos Pequenos Negócios.

Bastidores

  • Segundo o Comite Gestor do eSocial, o ingresso  de produtores rurais,  pessoa física e segurados especiais ao sistema foi prorrogado para janeiro de 2019.
  • Estudo realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) aponta o impacto da indústria 4.0 no mercado de trabalho. A quarta revolução industrial, determinada pelas tecnologias digitais, como Internet das Coisas (IoT), Big Data e Inteligência Artificial (IA),  é a responsável direta pelo surgimento de novas profissões, com destaque para: mecânico de veículos híbridos e mecânico de telemetria (automotivo); técnico em impressão de alimentos (alimentos e bebidas); engenheiro em fibras têxteis (têxtil e vestuário); engenheiro de cibersegurança especialista em big data (tecnologia da informação); projetista para tecnologias 3D (máquinas e ferramentas); técnico em automação predial (construção civil); técnico especialista no desenvolvimento de produtos poliméricos (química e petroquímica); e especialista para recuperação avançada de petróleo (petróleo e gás).
  • Um levantamento realizado pela Federação Internacional de Robótica (IFR, sigla em inglês) divulgado recentemente, sinaliza que em 2017 foram comercializados 381 mil robôs industriais no mundo; um aumento de 30% em relação ao ano anterior. Pelas projeções da IFR, em 2020, o mercado global contará com mais de 3 milhões de unidades.
  • Um estudo realizado pela empresa LCA Consultores a partir de microdados da pesquisa domiciliar do IBGE aponta que a quantidade de empregadores sem CNPJ cresceu 51% em dois anos. Hoje o mercado conta com 897 mil pessoas e emprega 1,87 milhão de pessoas. As atividades da construção (78 mil), alimentação (40 mil) e comércio (37 mil) são as que se destacam. Segundo a pesquisa,  o empregador informal tem rendimento médio mensal de R$ 3.056,00. Já o rendimento do empregador formal é praticamente o dobro, R$ 6.263,00. O informal possui em média 46 anos e dois funcionários.

Novos Desafios

  • Heron Domingues ingressa na Rede Ímpar como Gerente de Projetos.
  • Felipe Perez é o novo Coordenador de Gestão de Processos da B2W Digital.
 

Dados Impressionantes

  • As exportações brasileiras de serviços somaram US$ 29,8 bilhões em 2017, registrando um crescimento de 60% em relação a 2016. Segundo levantamento divulgado pela Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Os serviços auxiliares ao setor financeiro foram os principais responsáveis com exportações de US$ 9,7 bilhões, seguido por serviços profissionais com US$ 5,9 bilhões (19,8%) e os de tecnologia da informação, com vendas que somaram US$ 2,1 bilhões (7%).
  • De acordo com a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), o Brasil possui 1,3 milhão de profissionais da costura, cerca de 90% são mulheres e 78% possuem, apenas, o ensino fundamental. A categoria movimenta por ano R$ 4,5 bilhões, o que representa 5% do faturamento total do setor de vestuário em geral, que ultrapassa R$ 90 bilhões.
  • Estudo divulgado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua), o país conta com 7,4 milhões de pessoas que realizam trabalhos voluntários.  Desse total, 62,1% são mulheres, 57,6% têm algum tipo de ocupação e 8,1% das pessoas têm ensino superior completo e fazem algum tipo de trabalho voluntário. As áreas da saúde, educação e promoção cultural possuem grande participação dos voluntários, para suprir a falha do Estado, segundo o estudo.
  • Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as pequenas empresas do setor expandiram seus negócios para atender o mercado no interior do país. Elas  cresceram  66% nos últimos três anos e possuem mais de 6,6 milhões de clientes. Cerca de 1.500 ‘miniteles’, como são chamadas, representam 23,5% do segmento de banda larga.

 

Agenda

  • 21 e 22 de Agosto – São Paulo – SP
    Congresso Aço Brasil
    Local: Hotel Transamérica
  • 30 de Agosto a 1 de Setembro  – São Paulo -SP
    18ª. IHRSA FITNESS BRASIL – Encontro de Líderes do Fitness
    Local: Transamerica Expo Center

Entrevista

Esta coluna é destinada a entrevistas com especialistas, gestores, executivos e empresários de destaque.

Segue abaixo a entrevista da Prof ª. Karla Figueiredo.

PME NEWS – O que é Inteligência Artificial?

Karla Figueiredo – A Inteligência Artificial (IA) é uma área da pesquisa da Ciência da Computação que, mais recentemente, teve seu uso intensificado na solução de problemas em empresas públicas e privadas.  A IA deu seus primeiros passos após a segunda guerra mundial com Alan Turing, entre outros, como o pesquisador John McCarthy, que foi quem cunhou o nome da área.

A Inteligência Artificial está relacionada ao desenvolvimento de métodos e modelos que são inspirados na biologia e no comportamento inteligente do ser humano, tais como sua capacidade de associar, inferir, generalizar, adaptar, raciocinar e, principalmente, aprender.

PME NEWS – Em que áreas a Inteligência Artificial está presente?

Karla Figueiredo – Ela pode estar presente em praticamente todas as áreas: Arte, Astronomia, em todos os ramos da Engenharia, Direito, Música, Medicina, Economia, Administração, Finanças, dentre outras.

PME NEWS – Quais os benefícios do uso da IA para os negócios?

Karla Figueiredo – Muitos podem ser os benefícios ao se aplicar IA nas empresas e nos negócios. Há inúmeros exemplos:  otimizar recursos, tarefas ou produtos, previsão e inferência de valores de qualquer natureza, diagnóstico de problemas elétricos, mecânicos, cardíacos, neurológicos,  agrícolas, etc.

PME NEWS – A Inteligência Artificial é acessível aos Pequenos Negócios?

Karla Figueiredo

A Inteligência Artificial cabe em qualquer negócio. Recentemente foi sancionada a Lei 13.674/18: “que autoriza empresas de tecnologia da informação e comunicação a receberem isenções tributárias caso invistam em atividade de pesquisa, desenvolvimento e inovação”. Isso deverá gerar novas oportunidades.

PME NEWS – Quais os principais riscos e temores na utilização da Inteligência Artificial?

Karla Figueiredo – Normalmente, a ficção científica explora diversas situações em que a IA e a robótica (que estão andando cada vez mais juntas) causam prejuízos ou malefícios às pessoas ou ao planeta. No entanto, muitas invenções que o homem já criou antes podem ser mal aplicadas. Assim, não vejo o problema na IA e sim no seu mau uso. Do ponto de vista da empregabilidade, a IA deverá auxiliar os profissionais na tomada de decisão em todas as áreas. Os profissionais que já estão no mercado devem atualizar-se para usar os recursos e funcionalidades oferecidas pelos sistemas, aplicativos e pela automatização inteligente.

A Inteligência Artificial proporciona um maior apoio de sistemas que nos ajudam em muitas atividades que antes dependiam apenas do conhecimento e da memória humana. Os recursos da robótica já estão sendo utilizados em condições de trabalho perigosas, insalubres ou mesmo desagradáveis. Nesse caso, o objetivo é a intensificação de seu uso a partir da associação da inteligência a esses dispositivos.

PME NEWS – Como a Inteligência Artificial pode ser aplicada na sala de aula? Já há formação acadêmica especifica em Inteligência Artificial?

Karla Figueiredo – Diversas instituições no mundo fazem uso de IA em sala de aula, inclusive na graduação.

Como professora da PUC-Rio e UERJ, ministro disciplinas nessa área, e os alunos têm mostrado interesse crescente. Já há disciplinas obrigatórias e eletivas inseridas nos currículos de graduação. O grupo de pesquisa (LIRA) ao qual pertenço na PUC-Rio desenvolve pesquisa e solução de problemas para diversas empresas utilizando IA. Em todos os projetos inserimos alunos de graduação e pós-graduação como mão de obra efetiva.

PME NEWS – Qual será o perfil do profissional do futuro?

Karla Figueiredo – O profissional da área de IA já está sendo demandado pelo mercado. Ele deverá ter bons conhecimentos de Probabilidade e Estatística, Data Mining e Machine Learning.

Pense Nisso

“A Inteligência Artificial proporciona um maior apoio de sistemas que nos ajudam em muitas atividades que antes dependiam apenas do conhecimento e da memória humana”.

Karla Figueiredo

Receba o PME NEWS

Ao enviar o seu email, você declara estar de acordo com a Política de privacidade e de Cookies publicada no site

PATROCINADOR

Ao clicar em “Aceitar cookies”, você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar o uso do site e nos ajudar na melhoria da qualidade dos nossos serviços Leia nossa política de privacidade