ENTREVISTAS

O PORTAL DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESA.

Gestão
Érica Szabo
Subamos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Entrevista concedida pela CEO da SUBAMOS, Érica Szabo, ao PME NEWS, edição de Outubro de 2021 – Tema: “A importância de profissionalizar a gestão do seu negócio”.

PME NEWS – Em sua opinião, ainda há um ceticismo por parte da pequena empresa quanto à importância da profissionalização da gestão do seu negócio?

Érica Szabo – Muitos empresários acreditam que o sucesso dos seus negócios depende exclusivamente da qualidade do seu produto ou serviço e, por isso, consideram qualquer investimento em outras áreas da empresa como supérfluos.

Porém, ao direcionar recursos para as atividades de gestão e planejamento, o que se está fazendo na verdade é criando condições para que esta empresa seja mais eficiente, mais produtiva e, consequentemente, mais lucrativa. Melhorar os processos operacionais, implementar controles e indicadores de desempenho, por exemplo, são medidas simples, mas que podem gerar benefícios quase imediatos, pois permitem identificar pontos fracos e oportunidades com bastante precisão.

Além disso, uma gestão pouco profissional, desorganizada e que simplesmente reage ao que acontece no dia a dia, pode colocar tudo a perder, já que os esforços não serão bem direcionados. É como correr na direção errada: você cansa do mesmo jeito, mas não chega aonde queria.

PME NEWS – O que pode colocar uma empresa em risco quando o assunto é gestão?

Érica Szabo – A falta de informação. Uma empresa na qual a gestão não é baseada em dados fica sem parâmetros para análise e tomada de decisões. Quando não temos informações precisas, ficamos reféns apenas das nossas percepções, e nem sempre elas estão corretas.

Se a empresa por exemplo começa a ter diversos clientes que ficam insatisfeitos e não voltam a comprar, mas continua recebendo outros novos, é bastante provável que a percepção demore a apontar o problema já que ele não impacta diretamente no resultado financeiro num primeiro momento. No entanto, essa situação representa um risco a longo prazo, e precisa ser tratada o quanto antes.

PME NEWS – Cite exemplos dos reflexos de uma má gestão.

Érica Szabo – Cada empresa funciona de maneira um pouco diferente, mas alguns sinais de má gestão que costumam estar presentes são:

– Alta rotatividade de funcionários, sobretudo quando eles deixam o emprego insatisfeitos;

– Ausência de controles financeiros efetivos e foco apenas em “contas a pagar” e “contas a receber”;

– Falta de planejamento estratégico, que faz com que a empresa apenas reaja ao que acontece ao seu redor;

Existem diversos outros aspectos que podem ser sintomas de uma má gestão, e o que eles têm em comum é o impacto negativo sobre o negócio. Uma empresa com uma gestão pouco profissional pode ter problemas em todas as áreas (operacional, financeira, comercial, gestão de pessoas…), e tudo isso acaba refletindo na qualidade do atendimento ao cliente e mesmo no clima organizacional. Nestes casos, contar com ajuda de um especialista pode ser decisivo para reverter o quadro e estruturar o negócio.

PME NEWS – Com a volatilidade do mercado, ainda vale a pena dar tanta atenção à gestão e ao planejamento?

Érica Szabo – O mercado muda muito, e muda cada vez mais rápido, então precisamos ser mais flexíveis. Mas isso não significa que devemos abandonar as boas práticas de gestão. Sem objetivos e indicadores de desempenho, a empresa estará sempre reagindo ao que acontece e com isso a chance de perder oportunidades, dinheiro e clientes é gigantesca. Uma gestão bem feita cria condições para que o negócio consiga inovar ao liberar recursos para investimento, fornecer informações estratégicas e criar um ambiente aberto a novas ideias.

PME NEWS – Um dos maiores desafios dos pequenos empresários é o tempo. Como conciliar a operação e a gestão?

Érica Szabo – O primeiro passo para conseguir conciliar a operação e a gestão é entender que uma não vive sem a outra. Enquanto você achar que a gestão é um peso, ou algo supérfluo, vai ser muito tentador deixar as atividades administrativas de lado e se dedicar somente ao core business.

O segundo passo é dominar algumas ferramentas básicas e reservar tempo no seu dia para cuidar disso. Separe algumas horas da sua semana para dar uma olhada nas planilhas de controle financeiro, para analisar como anda o fluxo de clientes, para conversar com a equipe e entender quais são os desafios que eles estão enfrentando. Com base nesse tipo de informação é possível tomar decisões muito mais acertadas e planejar os próximos passos partindo de premissas realistas.

Por fim, é fundamental abrir mão do controle e aprender a delegar. Nosso tempo é limitado, e nossos conhecimentos também. Por isso, sempre que você se deparar com algo que você não domina ou que vai te tomar muito tempo para fazer e te afastar do core business, talvez seja um bom momento para contratar um especialista, seja ele um advogado, um designer ou mesmo um consultor de gestão.

PME NEWS – Como um consultor pode ajudar uma empresa a profissionalizar sua gestão?

Érica Szabo – A função do consultor é ajudar o empresário a entender melhor a situação atual e apontar caminhos que podem levar até os seus objetivos. Sendo assim, ele vai atuar mais ou menos como um médico de empresas, avaliando os sintomas, fazendo o diagnóstico e prescrevendo o tratamento adequado.

PME NEWS – Existe relação entre gestão e crescimento do negócio?

Érica Szabo – Sim! Um negócio que é mal gerido pode até crescer, mas se tornará cada vez mais frágil. Isso porque aquilo que numa empresa pequena não fazia muita diferença, uma margem de lucro muito reduzida, um estoque desorganizado, um controle financeiro inconsistente, vai se tornando cada vez mais importante à medida em que ela cresce, e começa a gerar novos problemas que podem colocar em risco sua sobrevivência. Atrasar a entrega do produto de um cliente porque você contou o estoque errado é uma coisa, atrasar a entrega de 100 é outra bem diferente!

Uma empresa que deseja expandir as suas operações precisa se estruturar e se planejar para ter certeza de que sabe onde está se metendo e não transformar o sonho em pesadelo.

PME NEWS – Como um pequeno empresário, sem grande conhecimento de gestão e com pouco dinheiro pode profissionalizar a sua Gestão?

Érica Szabo – O primeiro passo para melhorar a gestão da empresa é buscar conhecimento sobre o tema. Procurar livros e artigos sobre o assunto, ou mesmo outras mídias, vídeos e podcasts, ajuda bastante. Outra opção, principalmente para aqueles que preferem uma maneira menos solitária de aprender, são as mentorias e workshops. A principal vantagem aqui é ter contato com um especialista, que pode tirar dúvidas e ajudar a colocar o conhecimento em prática, seja pelo próprio gestor ou mesmo pela equipe.

Por fim, é possível também contar com a ajuda de um consultor, que trará um olhar externo para o negócio, ajudar a entender a origem dos desafios enfrentados pela empresa e a traçar uma estratégia para superá-los. Como a consultoria é desenvolvida caso a caso, é possível contratar para projetos pontuais, como diagnóstico empresarial, implementação de ações de melhoria ou mesmo desenvolvimento de programas de treinamento focados.

Independente da forma escolhida, o mais importante é reconhecer que profissionalizar a gestão da sua empresa não é um gasto, e sim um investimento em um futuro mais eficiente e lucrativo.

 

Receba o PME NEWS

Ao enviar o e-mail, você declara estar de acordo com as Políticas de Privacidade e de Cookies publicadas no site.



    PATROCINADOR

    Veja também

    Ao clicar em “Aceitar cookies”, você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar o uso do site e nos ajudar na melhoria da qualidade dos nossos serviços Leia nossa política de privacidade e política de cookies